Negócios Sustentáveis

IFC aprova suas novas diretrizes socioambientais

Após realizar por 18 meses um processo de consulta com públicos de interesse ao redor do mundo, a International Finance Corporation – IFC, instituição subsidiária do Banco Mundial acaba de aprovar suas novas diretrizes socioambientais.  Tais diretrizes a IFC utiliza para avaliar os riscos sociais e ambientais dos projetos do setor privado para os quais concede financiamento.

Os novos Padrões de Desempenho da IFC, como são chamadas essas diretrizes socioambientais, reforçaram a avaliação do consumo eficiente de energia e água e, em linha com a questão das mudanças climáticas, metas de redução das emissões de carbono dos projetos financiados. Outro ponto de destaque dos novos Padrões de Desempenho são: i) o maior rigor em relação à cadeia de fornecedores, exigindo que o projeto troque o fornecedor que contribui para a degradação do meio ambiente, ou que melhore suas práticas de gestão ambiental. ii) nos projetos com potencial relevante impacto em povos indígenas, a IFC passa a adotar diretrizes da Declaração dos Direitos dos Povos Indígenas das Nações Unidas de 2007.

Aprovados os novos Padrões de Desempenho da IFC, agora espera-se a conclusão do processo de revisão dos Princípios do Equador, que têm como base esses mesmos padrões para avaliar os riscos socioambientais de projetos. Os Princípios do Equador são utilizados por mais de 70 bancos privados ao redor do mundo em operações de project finance de valor superior a US$ 10 milhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário